Fazer a vontade de Deus, é possível?

Caminhar com Deus, é um desafio diário!!

Nos perguntamos inúmeras vezes, se estamos fazendo a vontade de Deus, pois, sinceramente é o que queremos .

Imagina o desafio para este povo, quando ele está nos seus primórdios, com Abraão, que recebeu o convite para sair da terra de seus, ir a uma terra que não conhecia, seguir a um Deus de quem não tinha muita informação.

 

“Caminhar com Deus” na prática, se torna um pouco mais claro, a partir do momento em que Deus entrega as 10 orientações gerais, também conhecidas como 10 mandamentos!

 

Vejamos o mandamento de número 8, na compreensão e explicação de Lutero, a partir do seu catecismo:

 

NÃO DIRÁS FALSO TESTEMUNHO CONTRA TEU PRÓXIMO.

 

O primeiro sentido é de foro público, em que alguém é acusado e julgado.

O que ele tinha em mente? Alguém ser oprimido por falsas testemunhas, possivelmente um pobre inocente que não tem como se defender!

Nesse contexto, o oitavo mandamento é um chamado à justiça, não importando se a verdade faz com que amigos, parentes e poderosos venham a sofrer consequências!

DIÁLOGO: fale sobre a atualidade deste aspecto do oitavo mandamento!

 

O segundo sentido observado por Lutero neste mandamento, é de foro particular, mas, não menos importante. Pois, quando se afirma que alguém é mentiroso, assassino ou traidor, outra coisa não é do que “arrogar-se autoridade dos magistrados.” Tem gente, segundo Lutero, que parece porco: não pode ver um pouco de lama (sujeira alheia), e já tem vontade de meter o focinho! Deus quer que não falemos mal de alguém, mesmo sabendo ser verdade. Quanto menos, falar adiante o que “ouvimos dizer”!

Exceção seriam pais e magistrados, que precisam observar o mal, e corrigir!

DIÁLOGO: se corrigir a mentira e o mal é função dos pais, como se dá na prática promover a verdade na educação dos filhos? Compartilhem desafios na educação dos filhos!

 

Aspecto positivo do mandamento: Usar a língua para falar o melhor do outro, encobrir fragilidades, cuidar da honra alheia!

 

O exemplo acima, é de apenas um mandamento!

 

No entanto, são dez ao total. E, sendo orientações bem práticas, deram um norte ao povo de Deus. Orientam, porque abrangem todos os aspectos e todas as esferas relacionais do ser humano, desde o relacionamento com Deus, até com filhos, cônjuges e pessoas mais distantes. Mas, o povo não conseguiu cumprir! Ou seja, para eles, não foi possível fazer a vontade de Deus!

 

Por isso, a aliança é renovada sempre novamente no Antigo Testamento, porque o povo não consegue cumprir a lei orientadora de Deus.

Então vem a Nova Aliança! Com a vinda do próprio filho de Deus, o impossível se torna possível! O ser humano consegue cumprir a lei?

Em Cristo, pois, no novo acordo entre Deus e a humanidade, Jesus se torna homem para cumprir o que a lei exige, em nosso lugar! Em Cristo Jesus a vontade de Deus é realizada!

 

O que a nova aliança interfere na nossa ética, no viver diariamente a “Vontade do Senhor”?

Jesus não apenas nos mostra como caminhar com Deus, quando ele vive esta lei, mas, nos deixa seu Espírito Santo. Assim, o povo de Deus pode viver a vontade de Deus através do fruto que o Espírito produz!

 

Leia Gálatas 5. 22-25. Isso é o que o Espírito quer produzir em nossas vidas!

Não seremos perfeitos ainda neste mundo, mas, se nos deixarmos guiar por este Espírito, temos chances de caminhar com Deus no dia a dia, não por nosso próprio potencial, mas, pela presença do Espírito Santo em nossas vidas!

Permita o Espírito do Senhor lhe direcionar a uma vida conforme a vontade do Pai!

 

DIÁLOGO: Que diferença o Espírito Santo tem feito nas nossas vidas, ao ponto de nos auxiliar a caminhar com Deus?

Quais aspectos precisam ser trabalhados na minha vida? Dialogue e ore sobre isto!

print

One thought on “Fazer a vontade de Deus, é possível?

  1. Muito bom esta reflexão, principalmente o final deste texto:
    O que a nova aliança interfere na nossa ética, no viver diariamente a “Vontade do Senhor”?

    Jesus não apenas nos mostra como caminhar com Deus, quando ele vive esta lei, mas, nos deixa seu Espírito Santo. Assim, o povo de Deus pode viver a vontade de Deus através do fruto que o Espírito produz!

    Leia Gálatas 5. 22-25. Isso é o que o Espírito quer produzir em nossas vidas!

    Não seremos perfeitos ainda neste mundo, mas, se nos deixarmos guiar por este Espírito, temos chances de caminhar com Deus no dia a dia, não por nosso próprio potencial, mas, pela presença do Espírito Santo em nossas vidas!

    Permita o Espírito do Senhor lhe direcionar a uma vida conforme a vontade do Pai!
    Que seja assim para todos nós….

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *