Pequeno Grupo – Um encontro!

No dia a dia nos encontramos com diversas pessoas – na rua, escola, trabalho, faculdade. Alguns destes encontros são superficiais, outros profundos.

Compartilhe: Com quem você se encontrou nos últimos dias? Como foram estes encontros? Algum deles marcou tua semana?

Diversas pessoas tiveram a oportunidade de ter um encontro face a face com Jesus Cristo. Você consegue imaginar quais as expectativas delas? No evangelho segundo João nós temos relatos de diferentes encontros de pessoas com Jesus Cristo. Nestes encontros Jesus fala de uma realidade diferente da nossa, fala da vida eterna e do Reino de Deus.

Diálogo:

Quais seriam suas expectativas tendo um encontro assim com Deus?

 

O encontro de Jesus e Nicodemos

Um tal de Nicodemos, um importante judeu de sua época, vai ao encontro de Jesus durante a noite – como judeu, talvez ele procurou Jesus a noite para que não fosse visto e sua imagem fosse comprometida. Ele é curioso, quer conferir quem é este Jesus de quem tem ouvido falar e que tem feito sinais, mas não quer um compromisso. Leia parte deste encontro em Jo 3.1-15.

Nicodemos chama Jesus de mestre. Talvez seu encontro com Jesus seja motivado pela pergunta: quem é Jesus? E Jesus lhe responde falando de uma realidade da qual ele não conhecia e não compreendia, apesar de toda a sua experiência religiosa: nascer de novo! Nicodemos não compreende do que Jesus está falando e que Jesus está falando sobre aquilo que precisava acontecer na sua vida. Nicodemos precisava muito mais do que ter uma bela vida religiosa, do que ter conhecimento das Escrituras, do que ter uma conduta exemplar, ele precisava de um verdadeiro encontro com Jesus e uma nova vida.

Talvez muitas pessoas procurem Jesus do mesmo modo: com uma curiosidade em saber quem é Jesus, mas sem desejar ter um compromisso, um verdadeiro encontro e uma nova vida. Talvez muitas pessoas já tenham pensado que viver com Jesus é apenas conhecer o conteúdo da Bíblia, viver um padrão de conduta, frequentar uma igreja – estas coisas são importantes, mas ainda não significam ter um encontro com Jesus.

Diálogo:

Quais as dificuldades que você enxerga na postura e atitude de Nicodemos? Temos, hoje, pessoas que também procuram a Deus com as mesmas expectativas de Nicodemos: não querem se comprometer com ele?  

Como tem sido teu encontro com Jesus? Você permite receber aquilo que Jesus tem para te oferecer: nova vida? Ou tem apenas vivido um encontro superficial com Jesus, como Nicodemos até este momento?

 

Nova vida

Na fala de Jesus em Jo 3.14-15 ele se refere a uma história que pode ser lida em Nm 21.4-9.

Esse episódio acontece durante a longa caminhada do povo de Israel pelo deserto, a qual é consequência da sua desobediência. Não quiseram seguir o plano de Deus, mas seu próprio caminho. Neste texto nos deparamos com a impaciência do povo – eles já não aguentavam mais caminhar no deserto. E também não compreendiam porque precisavam passar por essa caminhada. Nem sempre compreendemos a realidade da qual Deus fala e aquilo que ele permite acontecer na nossa vida. Provavelmente você já experimentou isso!

Diante da queixa do povo CONTRA Deus e Moisés, Deus retira sua mão protetora e deixa com que o povo enfrente a dura realidade do deserto. As serpentes invadem o acampamento e muitos são picados e morrem. Deus faz isso para que o povo abra seus olhos e perceba que todo este tempo ele os estava protegendo dos perigos.

A velha vida é assim como o povo no deserto: é uma vida que não conta com a presença de Deus, que não é vivida na dependência de Deus e onde nos encontramos com Deus apenas para nos queixarmos contra ele. A nova vida, por outro lado, é como a postura de arrependimento do povo: é uma vida que reconhece sua dependência de Deus e que ele permite a vida para aqueles que estavam condenados a morte. Deus não retirou as cobras, nem retirou o povo do deserto, mas permitiu que ali, no meio do deserto, experimentassem a salvação.

Diálogo:

Você já experimentou momentos onde não compreendeu aquilo que Deus lhe fala, como Nicodemos? Ou momentos onde não compreendeu o caminho de Deus, como o povo de Israel no deserto?

O povo se queixa CONTRA Deus. Existe uma diferença entre se queixar CONTRA Deus ou apresentar suas queixas PARA Deus. Como você tem apresentado suas queixas?

 

Quem é Jesus?

Jesus faz uma comparação de sua vida e de sua pessoa com este episódio de Nm 21. Ele é como esta serpente de metal que foi levantada em meio ao acampamento, para que todos aqueles que estivessem infectados pelo veneno das serpentes e condenados a morte, pudessem reconhecer a salvação de Deus, olhar fixamente para a estátua e ter possibilidade de uma nova vida. Jesus é levantado na cruz para nos dar nova vida.

Quem é Jesus? Ele é em quem nós nos encontramos com o próprio Deus e que é erguido na cruz para nos salvar, para nos perdoar e para nos dar nova vida! Em 2Co 5.21 está escrito: “aquele que não conheceu pecado, ele o fez pecado por nós, para que, nêle, fossemos feitos justiça de Deus”.

Diálogo:

Quem é Jesus para você? O que ele oferece? Ele é quem tem respostas para tuas perguntas, soluções para teus problemas, quem mantém a tradição religiosa?

Onde você percebe que Deus, em meio as dificuldades e talvez em meio a tua desobediência, te concede a salvação?

Você já pode experimentar esse verdadeiro encontro com Jesus, no qual ele nos alcança com vida eterna?

print

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *